Perfil Socioeconômico

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), por meio do Centro de Estudos e Pesquisas em Administração (CEPA), realizou um recente estudo com objetivo de investigar o Perfil Socioeconômico do Produtor de Tabaco da Região Sul do Brasil. Encomendada pelo SindiTabaco, a pesquisa foi realizada entre 29 de agosto e 16 de setembro de 2016, em 15 das 21 microregiões produtoras de tabaco que compõem a Região Sul do Brasil, e traz dados de renda, posse de bens, nível de vida, estrutura familiar, perfil da propriedade, acesso

Brasil é líder mundial de exportações de tabaco

O Brasil é o segundo maior produtor mundial de tabaco e líder em exportações desde 1993, graças à qualidade e integridade do tabaco brasileiro.

Tradição e Renda no Sul do país

Para o Sul do país, o tabaco é uma das atividades agroindustriais mais significativas. Está presente em mais de 600 municípios, envolve cerca de 154 mil pequenos produtores e dá origem a 40 mil empregos diretos nas indústrias.

Incentivo à educação

Considerado um case de sucesso na agricultura familiar, o setor de tabaco é pioneiro no combate ao trabalho infantil no meio rural e incentiva a educação dos filhos dos produtores integrados.

Incentivando o reflorestamento

Iniciativas das empresas junto aos produtores integrados tornaram-se permanentes, e visam o fornecimento de lenha e de renda extra, além da preservação da mata nativa.